Projeto Nosso Bar +

Ambev promove interações culturais,
musicais e gastronômicas para rede Nosso Bar

Projeto piloto será lançado na capital paulista e tem por objetivo transformar o bar em um ponto de encontro da comunidade

Pioneira no segmento de franquias de bebidas no Brasil, a Ambev lança, por meio de sua marca Brahma, o projeto piloto “Nosso Bar +”, da rede Nosso Bar. A proposta da iniciativa é tornar o ambiente do bar mais dinâmico e completo, melhorando assim a satisfação do franqueado e clientes. Dois pilares integrarão o novo posicionamento: cultura e gastronomia. O projeto contará com a curadoria cultural de Emicida, artística de Alessandro Buzo e Rodrigo Oliveira, chef e dono do restaurante Mocotó, no pilar gastronomia.

Próximos Eventos
08
Dec
2015
  • Barsílio Petiscos & Grill
11
Dec
2015
  • KY BAR
  • Toninho’s Bar
  • Boteko da Villa
12
Dec
2015
  • Bar do Comercial
  • Seu Boteco
  • Boteco da Vila
  • Deskolado Point Beer
  • Museu da Cerveja
  • Trecão
Assista os vídeos e conheça mais sobre o projeto:

Release

Ambev promove interações culturais, musicais e
gastronômicas para rede Nosso Bar

Projeto piloto será lançado na capital paulista e tem por objetivo transformar o bar em um ponto de encontro da comunidade

Pioneira no segmento de franquias de bebidas no Brasil, a Ambev lança, por meio de sua marca Brahma, o projeto piloto “Nosso Bar +”, da rede Nosso Bar.  A proposta da iniciativa é tornar o ambiente do bar mais dinâmico e completo, melhorando assim a satisfação do franqueado e clientes.   Dois pilares integrarão o novo posicionamento: cultura e gastronomia. O projeto contará com a curadoria cultural de Emicida, artística de Alessandro Buzo e Rodrigo Oliveira, chef e dono do restaurante Mocotó, no pilar gastronomia.

O  pilar cultura   tem como principal objetivo transformar o Nosso Bar em um ponto de acesso à informação para comunidade onde está inserido. Para incentivar os talentos regionais, os bares vão ganhar um Kit Palco (pedestal, microfone, caixa de som, dois pontos de iluminação, extensão e tapete vermelho) e um espaço que estimula a leitura no local, com livros e materiais didáticos.

“Brahma é uma marca que se orgulha de estar sempre ao lado de seu consumidor. Por isso, investe em projetos que além de contar histórias, contribua para que elas aconteçam de verdade. Se o bar é o lugar onde as pessoas se reúnem, nascem sonhos e celebram as conquistas queremos colaborar com a melhoria dos estabelecimentos de todo o Brasil para que essas reuniões e encontros nunca acabem”, comenta Marcelo Tucci, diretor de marketing da marca.

Emicida mapeará as regiões de São Paulo de acordo com a força cultural de cada localidade, analisará manifestações de música, teatro e literatura para identificar possíveis tendências locais. Participará da seleção de artistas para as apresentações – pensando em possíveis conexões de linguagens artísticas. Além disso, preparará a agenda cultural de apresentação dos artistas para todo o período da ação.  “É muito legal você ter uma experiência em que é possível conectar as pessoas com a arte que é feita em seu próprio bairro. Acho que isso resume o que é o Nosso Bar”*, afirma Emicida, curador do pilar cultura do Nosso Bar +.

Já Alessandro Buzo, identificará pessoas em cada região para divulgar o projeto. Esses selecionados serão conhecidos como agitadores culturais. Buzo oferecerá treinamento aos agitadores para que possam disseminar o projeto na comunidade da melhor maneira, o trabalho desse grupo será coordenado pelo curador. Além disso, auxiliará no mapeamento de artistas locais.

O Nosso Bar permite ao investidor escolher o nome do estabelecimento e desenvolver um cardápio de pratos e petiscos que atendam às necessidades do público local. O pilar gastronomia visa justamente fazer dos bares referências gastronômicas nas regiões em que se encontram. Com esse objetivo, Rodrigo Oliveira oferecerá aos franqueados um treinamento em seu restaurante Mocotó. 

Além da capacitação, eles receberão selo de reconhecimento e kit cozinha. Com base nas pesquisas sobre o perfil de cada comunidade, o chef de cozinha também elaborará um guia de receitas Nosso Bar com seis pratos. “Participar do Nosso Bar + é a possibilidade de passar adiante nossos princípios, nossa visão de negócio, enfim, de poder compartilhar o que aprendemos com colegas é mais do que um motivo, é uma alegria e uma responsabilidade.”, comenta o curador.

Nessa primeira fase, o “Nosso Bar +” será lançado por meio da marca Brahma em 15 estabelecimentos de São Paulo. A nova versão contará com Wi-Fi, computadores sistematizados e impressoras para emissão de notas fiscais. “O projeto reafirma a posição da franquia em ser um centro de interação social e cultural da comunidade”, afirma Guilherme de Machado, gerente de franquias Ambev.

O modelo Nosso Bar continua em ampla expansão e hoje está presente nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, além do sul de Minas Gerais e norte de Santa Catarina. O capital inicial estimado é a partir de 28 mil reais e tem retorno previsto em 12 meses. O valor pode ser pago por meio de cartão de crédito, com parcelamento em até 12 vezes. Segundo estudos estatísticos rodados na rede, em média os estabelecimentos aumentam 50% após aderir ao modelo de negócio.

Todos os modelos de franquia da companhia levam a excelência do sistema Ambev ao público interessado em empreender no ramo de alimentação e bebidas. A empresaoferece consultoria, capacitação e treinamentos para toda a equipe, além de dar o apoio necessário para ampliar o negócio, ambientação e acompanhamento da operação e melhorias na qualidade de atendimento. Profissionais especializados acompanham todo processo de implantação para garantir a qualidade do produto, desde o armazenamento até a hora que chega ao copo do consumidor.

Com todo este suporte, a Ambev estimula o perfil empreendedor do brasileiro e auxilia tanto os mais experientes quanto os novatos. “Acompanhamos de perto o dia a dia dos nossos franqueados com o objetivo de fazer com que os seus negócios prosperem cada vez mais. Para isso, transferimos a eles toda nossa expertise em gestão e conhecimentos deste mercado”, afirma Bernardo Santana, diretor de Novos Negócios da Ambev.

Ambev e franquias

A Ambev foi a primeira empresa a desenvolver o segmento de franquias de bebidas no Brasil. Hoje a companhia possui sete modelos de franquias: Chopp Brahma Express, Quiosque Chopp Brahma (9m², Indoor e Street), Nosso Bar, Pit Stop Skol e Seu Boteco. A variedade do portfólio garante que investidores com diferentes perfis entrem no negócio. Também é uma forma de aproximar o consumidor das marcas Ambev e proporcionar uma experiência mais completa. A companhia leva a excelência do sistema Ambev de franquias ao público interessado em empreender no ramo de alimentação e bebidas com suporte de gestão, consultoria de campo, treinamento da equipe, acompanhamento inicial da operação, planejamento das campanhas e promoções e central de atendimento técnico. Por meio das franquias, a companhia contribui com a economia, gera empregos, estimula o empreendedorismo brasileiro.

Sobre Brahma

Brahma é uma marca que faz questão de estar presente em todos os momentos da vida de seus consumidores e quer mostrar que todo dia é possível recomeçar e nos reinventar. Em 2015, lançou o slogan “Sabor de Ser Mais” para incentivar as pessoas irem sempre além e celebrar suas conquistas. Por acreditar que sempre podemos mais, a marca trabalha em prol de um futebol melhor, seja ele profissional ou de várzea. É parceira de mais de 60 clubes brasileiros, encabeça o Movimento Por Um Futebol Melhor e com o projeto Viva o Campinho se comprometeu em reformar cerca de 300 campinhos de várzea para resgatar a essência do futebol. Brahma também investe no segmento de bares contribuindo para a valorização e profissionalização dos pequenos empreendedores, donos de estabelecimentos, além de contribuir para a cultura brasileira apoiando a música sertaneja

Clipping

Ambev quer transformar bares franqueados em pontos culturais

São Paulo - A rede de franquias Nosso Bar, da Ambev, é voltada para donos de bar que gostariam de incrementar a fachada e as instalações do seu estabelecimento já existente, colocando a cara de cervejas como Brahma e Antarctica. Agora, além de ser um lugar que vende bebidas e petiscos, a marca também deseja que cada franquia seja um ponto cultural.

Essa iniciativa resultou em um programa piloto, chamado de Nosso Bar +. Nele, quinze franqueados associados à Brahma foram selecionados por engajamento e por distribuição de regiões do estado de São Paulo. Eles contarão com a consultoria de especialistas para oferecer atividades culturais e gastronômicas que se relacionem com a comunidade em que o bar atua. Essa curadoria será feita pelo rapper Emicida, pelo escritor e cineasta Alessandro Buzo e pelo chef de cozinha Rodrigo Oliveira, do restaurante Mocotó.

"A grande maioria dos bares já tem alguma coisa de cultura e gastronomia muito forte: o sambinha, a feijoada de quarta-feira... Eles têm isso desenvolvido, e a ideia surgiu daí", conta Bernardo Santana, diretor de Novos Negócios da Ambev. "O bar já é um ponto de encontro da comunidade. Como a gente consegue usar esse ponto de encontro para fazê-lo um ponto cultural da região?".

O piloto durará três meses. Depois, os franqueados deverão criar essas atrações por conta própria, contando com o suporte usual que a franqueadora oferece. "Nossa ideia não é fazer tudo. O suporte é fundamental no início, mas queremos incentivar para que eles desenvolvam. Depois, podemos continuar replicando esse projeto em outros bares da rede".

A Ambev pretende expandir a iniciativa para todas as 1.024 unidades franqueadas, atuando para além de São Paulo e para além dos associados à Brahma. "Estou bem otimista e os franqueados estão super animados. Se a gente conseguir ajudar nesse desenvolvimento da cultura local, estaremos felizes", diz Santana.

Atrações

Como nem todo bar tem necessariamente um prato especial, a ideia é criar um atrativo: dos festivais gastronômicos aos eventos musicais e de literatura. O tipo de evento irá variar com o perfil de cada comunidade na qual o estabelecimento se encontra. Como ajuda, a franqueadora irá oferecer o "Kit Palco" (com itens como pedestal, microfone e caixa de som) e também um espaço com livros e materiais didáticos.

A ideia é que o rapper Emicida ajude a selecionar artistas locais e monte a agenda de apresentação de acordo com cada bar franqueado. "Seria fácil para a gente pegar um músico conhecido e levar para lá. Mas quem são os talentos de cada comunidade?", questiona o diretor da Ambev. Enquanto isso, Buzo irá selecionar os "agitadores": pessoas que tenham um bom relacionamento com a comunidade e que possam tanto indicar artistas quanto fazer a divulgação boca a boca da "Nosso Bar +".

Já na parte de culinária, a Ambev oferecerá um menu de seis pratos, que deve ser adotado pelos estabelecimentos do projeto piloto. Além desse cardápio fixo, o chef Oliveira irá oferecer um treinamento aos franqueados em seu restaurante, o Mocotó, para desenvolver pratos e petiscos que tenham a ver com o local onde o bar se insere e também que sejam viáveis. Todos os participantes do Nosso Bar + receberão selo de reconhecimento pela capacitação e um kit de cozinha.

Modelo de franquia

O perfil de franqueado da Nosso Bar é bem amplo: os "pequenos empreendedores locais" são o foco que a Ambev procura, de acordo com Santana. "A gente tenta incentivar o empreendedorismo, desenvolvendo-o em regiões menos favorecidas. Pelo tempo de mercado e pela quantidade de bares, podemos dar um suporte a esse bar com ferramentas e com gestão, para que ele consiga crescer".

A rede, que existe desde 2011, é para quem já tem um estabelecimento, mas sente a necessidade de reformá-lo ou de ter algum tipo de suporte na gestão do bar. No investimento inicial, que é de 35 mil reais, está inclusa a instalação de infraestrutura (como geladeira e mesas) e a re-estruturação da fachada. Tudo é feito com a divulgação de marcas da Ambev, como Brahma e Antactica. O faturamento médio bruto vai de 30 mil a 40 mil reais e o prazo de retorno do investimento é de 12 meses.

A companhia possui outros cinco modelos de franquia: Chopp Brahma Express, Quiosque Chopp Brahma (formatos Indoor e Street), Pit Stop Skol e Seu Boteco.

exame.abril.com.br

Ambev e Rodrigo Oliveira transformam bares em referências gastronômicas

O chef de cozinha Rodrigo Oliveira se une à Ambev para o lançamento do projeto Nosso Bar +. Em fase piloto, a iniciativa tem por objetivo transformar bares da capital paulista em verdadeiras referências gastronômicas. Rodrigo, como curador gastronômico, estudou o perfil dos 15 estabelecimentos da rede Nosso Bar que estão participando da primeira fase do projeto e sugeriu seis pratos para compor o cardápio dessas franquias. Além disso, ofereceu em seu restaurante (Mocotó) um workshop sobre gestão de negócios e exemplificou como a comida e os ingredientes locais podem ser valorizados em novas receitas. “Participar do Nosso Bar + é adiante nossos princípios, nossa visão de negócio, enfim, de poder compartilhar o que aprendemos com colegas é mais do que um motivo, é uma alegria e uma responsabilidade.”, comenta o curador.

Os franqueados também receberão selo de reconhecimento e kit cozinha. O Nosso Bar + tem como objetivo inicial envolver todos os 1.000 bares da rede Nosso Bar, que hoje estão presentes nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, além do sul de Minas Gerais e norte de Santa Catarina.

www.maxpressnet.com.br

Ambev quer transformar bares franqueados em pontos culturais

São Paulo - A rede de franquias Nosso Bar, da Ambev, é voltada para donos de bar que gostariam de incrementar a fachada e as instalações do seu estabelecimento já existente, colocando a cara de cervejas como Brahma e Antarctica. Agora, além de ser um lugar que vende bebidas e petiscos, a marca também deseja que cada franquia seja um ponto cultural.

Essa iniciativa resultou em um programa piloto, chamado de Nosso Bar +. Nele, quinze franqueados associados à Brahma foram selecionados por engajamento e por distribuição de regiões do estado de São Paulo. Eles contarão com a consultoria de especialistas para oferecer atividades culturais e gastronômicas que se relacionem com a comunidade em que o bar atua. Essa curadoria será feita pelo rapper Emicida, pelo escritor e cineasta Alessandro Buzo e pelo chef de cozinha Rodrigo Oliveira, do restaurante Mocotó.

"A grande maioria dos bares já tem alguma coisa de cultura e gastronomia muito forte: o sambinha, a feijoada de quarta-feira... Eles têm isso desenvolvido, e a ideia surgiu daí", conta Bernardo Santana, diretor de Novos Negócios da Ambev. "O bar já é um ponto de encontro da comunidade. Como a gente consegue usar esse ponto de encontro para fazê-lo um ponto cultural da região?".

O piloto durará três meses. Depois, os franqueados deverão criar essas atrações por conta própria, contando com o suporte usual que a franqueadora oferece. "Nossa ideia não é fazer tudo. O suporte é fundamental no início, mas queremos incentivar para que eles desenvolvam. Depois, podemos continuar replicando esse projeto em outros bares da rede".

A Ambev pretende expandir a iniciativa para todas as 1.024 unidades franqueadas, atuando para além de São Paulo e para além dos associados à Brahma. "Estou bem otimista e os franqueados estão super animados. Se a gente conseguir ajudar nesse desenvolvimento da cultura local, estaremos felizes", diz Santana.

Atrações

Como nem todo bar tem necessariamente um prato especial, a ideia é criar um atrativo: dos festivais gastronômicos aos eventos musicais e de literatura. O tipo de evento irá variar com o perfil de cada comunidade na qual o estabelecimento se encontra. Como ajuda, a franqueadora irá oferecer o "Kit Palco" (com itens como pedestal, microfone e caixa de som) e também um espaço com livros e materiais didáticos.

A ideia é que o rapper Emicida ajude a selecionar artistas locais e monte a agenda de apresentação de acordo com cada bar franqueado. "Seria fácil para a gente pegar um músico conhecido e levar para lá. Mas quem são os talentos de cada comunidade?", questiona o diretor da Ambev. Enquanto isso, Buzo irá selecionar os "agitadores": pessoas que tenham um bom relacionamento com a comunidade e que possam tanto indicar artistas quanto fazer a divulgação boca a boca da "Nosso Bar +".

Já na parte de culinária, a Ambev oferecerá um menu de seis pratos, que deve ser adotado pelos estabelecimentos do projeto piloto. Além desse cardápio fixo, o chef Oliveira irá oferecer um treinamento aos franqueados em seu restaurante, o Mocotó, para desenvolver pratos e petiscos que tenham a ver com o local onde o bar se insere e também que sejam viáveis. Todos os participantes do Nosso Bar + receberão selo de reconhecimento pela capacitação e um kit de cozinha.

Modelo de franquia

O perfil de franqueado da Nosso Bar é bem amplo: os "pequenos empreendedores locais" são o foco que a Ambev procura, de acordo com Santana. "A gente tenta incentivar o empreendedorismo, desenvolvendo-o em regiões menos favorecidas. Pelo tempo de mercado e pela quantidade de bares, podemos dar um suporte a esse bar com ferramentas e com gestão, para que ele consiga crescer".

A rede, que existe desde 2011, é para quem já tem um estabelecimento, mas sente a necessidade de reformá-lo ou de ter algum tipo de suporte na gestão do bar. No investimento inicial, que é de 35 mil reais, está inclusa a instalação de infraestrutura (como geladeira e mesas) e a re-estruturação da fachada. Tudo é feito com a divulgação de marcas da Ambev, como Brahma e Antactica. O faturamento médio bruto vai de 30 mil a 40 mil reais e o prazo de retorno do investimento é de 12 meses.

A companhia possui outros cinco modelos de franquia: Chopp Brahma Express, Quiosque Chopp Brahma (formatos Indoor e Street), Pit Stop Skol e Seu Boteco.

www.brasilcultura.com.br

Agenda de Atrações

*caso tenhamos algum contratempo, substituiremos a atração e compartilharemos, mas, se acontecer em cima do “laço” podemos não ter a mesma velocidade de solicitar a alteração, bem como a sua disponibilidade para fazer isso de imediato
© Copyright 2019 Brahma Nosso Bar – Política de Privacidade